Médiuns Curadores

Médiuns Curadores

Por definição os médiuns curadores são pessoas que tem a faculdade de curar apenas pela prece, toque, sopro, imposição de mãos, olhar ou gestos sem a utilização de medicamentos, sendo intermediário ou mediano de Espíritos na cura das doenças.

Franz Anton Mesmer, médico que estudou o magnetismo no final do século 18 afirmou que “…médiuns curadores começam por elevar sua alma a Deus e fazem, por isto mesmo, um ato de humildade, de abnegação e Deus lhes envia poderosos socorros como recompensa. Esse socorro que envia são os bons Espíritos que vêm penetrar o médium de seu fluido benéfico, que é transmitido ao doente. Também é por isto que o magnetismo empregado pelos médiuns curadores é tão potente e produz essas curas qualificadas de miraculosas, e que são devidas simplesmente à natureza do fluido derramado sobre o médium. Ao passo que o magnetizador ordinário se esgota, por vezes, em vão, a fazer passes, o médium curador infiltra um fluído regenerador pela simples imposição das mãos, graças ao concurso dos bons Espíritos.”

Não podemos confundir mediunidade de cura com magnetização. A magnetização é um tratamento contínuo, regular e metódico; ao passo que a cura realizada por um médium curador ocorre espontaneamente e de forma instantânea.

O médium curador consegueEXERCER com a sua ação curativa uma cura eficaz, mais ou menos rápida ou, pelo menos, a interrupção do curso da doença. Esta é a grande diferença do médium curador para o médium comum.

Allan Kardec escreveu no Livro dos Médiuns que “…o médium é um intermediário entre os Espíritos e o homem. A força magnética reside no homem, mas é aumentada pela ação dos Espíritos que ele chama em seu auxílio. Se magnetizas com o propósito de curar, por exemplo, e invocas um bom Espírito que se interessa por ti e pelo teu doente, ele aumenta a tua força e a tua vontade, dirige o teu fluido e lhe dá as qualidades necessárias.“

O médium de cura às vezes é assolado por dores, pois sente as dores de pessoas que estão no mesmo local onde se encontra, ou de pessoas que procuram atendimento. É uma característica muito comum aos curadores, que identificam o local a ser tratado, pois sentem em si mesmos as dores e sintomas das enfermidades. Na mediunidade de cura, há médiuns que agem mais eficazmente em certas doenças, e em certos órgãos do que em outros.

A importância dos médiuns curadores nas Casas Espíritas, como afirmou Divaldo Franco, é que ele é o intermediário para o chamamento aos que sofrem, para que mudem a direção do pensamento e do comportamento, integrando-se na esfera do bem.

Os médiuns curadores que praticam as leis sagradas que o Espiritismo ensina, com desinteresse e humildade, se aproximam de Deus. A doçura constante que Jesus Cristo, nosso maior exemplo, ensinou com submissão à vontade de seu Pai e a perfeita abnegação, são os mais belos modelos da vontade que se possa propor na cura.

Emmanuel no livro Seara dos Médiuns, no capítulo “Oração e Cura” disse:

“Lembremo-nos de que lesões e chagas, frustrações e defeitos em nossa forma externa são remédios da alma que nós mesmos pedimos à farmácia de Deus. A cura só se dará em caráter duradouro se corrigirmos nossas atuais condições materiais e espirituais. A verdadeira saúde e equilíbrio vêm da paz que em espírito soubermosMANTER onde, quando, como e com quem estivermos. Empenhemo-nos em curar males físicos, se possível, mas lembremos que o Espiritismo cura sobretudo as moléstias morais“.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s